Seguidores

10

O que eu gosto no amor...




“Porque o que eu gosto mais no amor não é o facto dele existir momentaneamente, de nos encher os dias de cor e as noites de prazer, de nos fazer andar um palmo acima do chão e uma mão-travessa perto do céu. Esse amor primitivo, fácil, impetuoso, instintivo e rápido é privilégio de todos. Mas o amor profundo, dedicado, silencioso, incondicional, gratuito, dador e por tudo isso esquecido dentro da sua própria grandeza, esse, é só para quem pode.
Por isso o que eu mais gosto no amor é que além de caber tudo lá dentro é que este amor, o verdadeiro, nunca mais acaba. Pode cansar-se, entristecer-se, ir-se um bocadinho abaixo, mas nunca morre. Pode até adoecer, mas o mal nunca é mortal, e quando recupera, é o primeiro a esquecer a dor, o sofrimento, as tristezas.

Não se ama pelas qualidades. Nem por isto ou por aquilo. Ama-se simplesmente, e sobretudo ama-se apesar deste e aquele defeito que às vezes até pode ser um espinho na nossa vida. Porque para quem ama, um pequeno espinho é sempre reduzido à sua verdadeira insignificância e nunca se deixa que ele se transforme num problema.
É este o grande segredo: amar, amar perdidamente, entregar-se todos os dias, dar tudo sem pedir nada, ajudar sempre, pensar pela cabeça do outro e tentar perceber o que é mais importante para ele, dar-lhe paz, sossego, atenção e, acima de tudo uma vida feliz.
O verdadeiro amor, o incondicional, alimenta-se de beijos e sorrisos, de projectos e promessas, de palavras e ideias. O verdadeiro amor está lá, todos os dias a todas as horas, atento e vigilante, sempre próximo e diferente, sempre preparado para abrir os braços e proteger, fechar os olhos e sonhar. O verdadeiro amor é omnipresente e omnipotente, mas nunca se cansa nem se ausenta, nunca se paga nem se subtrai. Só suspira às vezes, para ganhar forças e seguir caminho. É este o amor raro, secreto, mágico e perfeito que nos faz sermos felizes, sempre, apesar de tudo e acima de tudo. E o resto são pequenos nadas que pertencem ao mundo dos comuns mortais."

“As crónicas da Margarida”

10 Bruxinhas:

O meu pensamento viaja

O amor é isso e muito mais.
Beijo

Dettynha

Passando pra deixar um abração no coração e desejar um lindo final de semana. bjss

As Receitas da Selene

:)
O amor é isso tudo e muito mais. E a facilidade que tem em nos fazer sentir felizes, é deliciosa.

Beijinhos

Ma Petite Lima

Ahhh, o amor...
Adorei o texto!
Bju bju
Joanna

http://mapetitelima01.blogspot.fr/

O Profeta

Deslumbramento...

Doce beijo

DONA GAM

REALMENTE, O AMOR PODE TUDO, PORÉM, NÃO DEVE-SE JAMAIS CHEGAR A ATOS EXTREMOS CULPANDO-O, TIPO MATAR POR AMOR, ROUBAR POR AMOR... DAÍ, JÁ SAI DO CONTEXTO AMOR E PASSA A SER EGOÍSMO, POIS PENSAR EM SI PRÓPRIO SEM LEVAR AQUELE OU AQUILO QUE SE AMA EM CONSIDERAÇÃO, É EGOÍSMO. O AMOR MOVE O MUNDO. É POR ELE QUE LUTAMOS A CADA DIA, É POR ELE QUE MOSTRAMOS NOSSAS VERDADEIRAS FACES TÃO MORTAIS...
E VIVA QUEM RECEBE O AMOR, E VIVA QUEM AMA,QUEM TEM COMPAIXÃO PARA COM O PRÓXIMO,QUE CONSTRÓI UMA VERDADEIRA DESCRIÇÃO DA PALAVRA AMOR...

Dettynha

Oi amiga, Não consegui encontrar o resultado do sorteio de 100 seguidores. Já saiu? Vc tem no seu blog o localizador de busca? Bjss um lindo domingo pra vc e todos que vc ama.

Lílian Almeida

Que delícia de texto ,Ana,divino, como o amor !
Beijo no ♥ !
http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/

http://alternativaartes.blogspot.com

Olá querida, obrigada pelo aviso do sorteio, o amor é isso tbm compreensão, abraços querida
Joirce Menezes

Paty Sonho Real

Ola Bruxinha Ana amei este texto...o amor ah o amor é tudo isso e muito mais...não perco a esperança de um dia ser feliz com este sentimento lindo.....uma otima semana a vc beijinhos da Paty

 


Criando e Evoluindo